A colectividade mais perigosa cá da rua

Image

Nem as manchetes de jornal bombásticas nem a frenética actividade da movida lisboeta fazem esmorecer o RDA69. Após uma abrupta interrupção, retomamos à bruta, logo com duas noites seguidas mesmo mesmo a abrir. Apareçam que até a barraca abana.

4ª Feira, 23 de Maio, Ciclo-oficina a partir das 18h30

Jantar (20h) seguido de debate:

O SIS de olho em nós – porquê?

De várias partes chegam rumores e notíficas de que o SIS, a PJ, a PSP e demais funcionários do aparelho repressivo do Estado investigam grupos, colectivos, militantes e activistas com posições radicais descritas, alternadamente, como de «extrema-esquerda», «anti-sistema» ou «anarquistas». São apresentados como ameaças à segurança pública e à autoridade do Estado, sendo os seus actos – reais ou inventados – inseridos numa narrativa mais ampla de criminalização do protesto e do conflito social, à qual não faltam as referências aos contactos com outros grupos no estrangeiro.

A tentativa de diabolizar e reprimir preventivamente quem sai à rua e resiste à violência do Estado tem passado sobretudo pela construção de um perfil dos «manifestantes extremistas e perigosos», contrapostos aos outros «pacíficos e respeitadores da lei». Este debate parte de uma posição: é a força anónima que se forma nas ruas e a prática difusa da desobediência que assusta o poder e torna visível a sua infâmia, não esta ou aquela identidade ou agrupamento políticos. É porque tantos têm resistido que se procura isolar uns poucos para os perseguir judicialmente. Tratar-se-á aqui de discutir as causas desta estratégia repressiva e as melhores formas de a combater.

5ª Feira, 24 de Maio, Concerto Sr. Castanho & Sr. Preto , Fado Ácido, a partir das 21h00

Do monocromatismo variado ao silêncio de palavras por cantar. Uma guitarra, ou talvez não… Duas bocas. Uma calada, a outra nem por isso. Coisas ditas de histórias desditas embaladas por um fado que se quer ácido…Serpenteando por entre maçãs, frases desfeitas de ideias feitas, que o pecado mora ao lado do vizinho. Com Pedro Castanheira (Sr. Castanho) e Chullage (Sr. Preto)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s